28.3.05

Um dia perguntaste o que eu queria, já depois de te ter feito a mesma pergunta. Respondi-te que sabia lá o que queria, havia tanta coisa que queria e no fim ficava sempre sem nada. Mas tu insististe, "imagina que não perdes nada, o que queres?" - disse-te para ouvires a minha resposta numa canção de um grupo brasileiro. Agora, estou outra vez sem nada, tás a ver como tinha razão, como perdi algo? é sempre a mesma coisa............por isso a partir de hoje nunca mais digo o que quero..........