28.4.06

Fazes-me falta como se fosses o ar que respiro. Sem ti, os meus dias são enublados, sem um único raio de sol que me dê calor. Sinto falta dos teus amassos, dos teus beijos, dos teus carinhos... Não há nada que acabe com esta saudade. Só tenho que esperar que voltes para que o sol volte a brilhar na nossa vida.